Embodied voodoo game

2009

Direção e coreografia: Alejandro Ahmed
 

 

Desenvolvido para a Mostra GamePlay – Itaú Cultural em 2009, Embodied Voodoo Game teve sua estreia em São Paulo  

 

O Grupo propõe uma formulação coreográfica que expõe correlações conceituais entre corpo, dança e videogame com foco na função do corpo vodu*: elemento correlato à investigação corpo-joystick- jogador. Neste espetáculo os bailarinos exploram a relação entre o corpo e o videogame. A dança se cumpre no aprimoramento de sua relação com a tecnologia por meio de interação entre movimento e modificação do ambiente via interfaces físico/digitais, em que dispositivos cênicos como o Acelerômetro (sensor de aceleração e movimento) e um controle de Nintendo Wii são utilizados pelos bailarinos para controlar som e vídeo. A interatividade total é atingida com a participação do público que é convidado a participar do jogo proposto compartilhando das ações de controle na construção de um comportamento cênico.


Os nove bailarinos do Cena 11 executam uma formulação coreográfica inédita estruturada em material já produzido pela Cia., vinculada a uma exposição teórico-prática dos argumentos que relacionam corpo e vídeo-game no campo de entendimento do Grupo Cena 11.

* Corpo Vodu -  propõem a idéia de violentação da percepção do outro considerando como metáfora o boneco vodu - o boneco é o bailarino, os movimentos são as agulhas o objeto do "feitiço" é o corpo do espectador.

 

FICHA TÉCNICA - "EMBODIED VOODOO GAME"


Direção artística e coreografia: Alejandro Ahmed
Elenco e coreografia: Adilso Machado, Aline Blasius, Cláudia Shimura, Jussara Belchior, Karin Serafin, Leticia Lamela, Marcos Klann, Mariana Romagnani
Trilha sonora e coordenação de montagem: Hedra Rockenbach
Operação de som, luz e projeção: Alejandro Ahmed e Hedra Rockenbach
Figurino: Karin Serafin
Ilustrações: Pedro Franz
Fotos e operação de câmera: Cristiano Prim
Acelerômetro: sistema desenvolvido para "PFdFSRi" * por Tiago Romagnani.

Núcleo de criação: Alejandro Ahmed, Karin Serafin, Hedra Rockenbach
Cabelos: Robson Vieira
Sede e preparação técnica: Academia Catarinense de Ginástica
Apoio: Colégio Catarinense
Co-produção: Itaú Cultural 
*PFdFSRi "Pequenas Frestas de Ficção Sobre Realidade Insistente" espetáculo estreado em 2007.

Espetáculo na íntegra:

Desenhos criados por Pedro Franz para o trabalho:

Fotos: Cristiano Prim