Violência

Violence

2000

“Mais urgente não me parece tanto defender uma cultura cuja existência nunca salvou uma pessoa de ter fome e da preocupação de viver melhor, quanto extrair, daquilo que se chama de cultura, idéias cuja força viva seja idêntica à da fome. Todas nossas ideias sobre a vida tem de ser revistas numa época em que nada mais adere `a vida. E esta penosa cisão é motivo para as coisas se vingarem, e a poesia que não está mais em nós e que não conseguimos encontrar mais nas coisas reaparece, de repente, pelo lado mau das coisas; e nunca se viu tantos crimes, cuja gratuita estranheza só se explica por nossa impotência em possuir a vida. Se o teatro existe para permitir que o recalcado viva, uma espécie de atroz poesia expressa-se através de atos estranhos onde as alterações do fato de viver mostram que a intensidade da vida está intacta e que bastaria dirigi-la melhor.”

Antonin Artaud

What is most important, it seems to me, is not so much to defend a culture whose existence has never kept a man from going hungry, as to extract, from what is called culture, ideas whose compelling force is identical with that of hunger.

All our ideas about life must be revised in a period when nothing any longer adheres to life; it is this painful cleavage which is responsible for the revenge of things; the poetry which is no longer within us and which we no longer succeed in finding in things suddenly appears on their wrong side: consider the unprecedented number of crimes whose perverse gratuitousness is explained only by our powerlessness to take complete possession of life. 

If the theater has been created as an outlet for our repressions, the agonized poetry expressed in its bizarre corruptions of the facts of life demonstrates that life's intensity is still intact and asks only to be better directed. 

Antonin Artaud - ​The Theater and Its Double (1938) ​

Ficha técnica:

Criação e direção artística: Alejandro Ahmed

Trilha sonora: Hedra Rockenbach

Performers: Alejandro Ahmed, Anderson Gonçalves, Elke Siedler, Hedra Rockenbach, Gregório Sartori, Karin Serafin, Karina Collaço, Karina Barbi, Letícia Lamela

Cenário e responsável técnico: Sylvio Mantovani, Fabiano Luiz Zermiani

Figurino: Karin Serafin, Anderson Gonçalves

Luz: Irani Apolinario

Som: Eduardo Serafin

Ilustrações: Fernando Rosa

Animações: Fernando Rosa, Hedra Rockenbach

Fotografia: Fernando Rosa, Cristiano Prim

Roteiro e Slides de Vídeo: Núcleo de Criação Grupo Cena 11

Assistente de ensaio: Malú Rabelo

Equipe técnica: Cristiano Prim, Claudir Santos, Clovis Fetter

Artistic Direction and Creation: Alejandro Ahmed

​Sound Track: Hedra Rockenbach

​Performers: Alejandro Ahmed, Anderson Gonçalves, Elke Siedler, Hedra Rockenbach, Gregório Sartori, Karin Serafin, Karina Collaço, Karina Barbi, Letícia Lamela

​Set Design and Technical responsable: Sylvio Mantovani, Fabiano Luiz Zermiani

​Costume Design: Karin Serafin, Anderson Gonçalves

​Light: Irani Apolinario

​Sound: Eduardo Serafin

​Illustrations: Fernando Rosa

​Animations: Fernando Rosa, Hedra Rockenbach

​Photography: Fernando Rosa, Cristiano Prim

​Script and video slides: Núcleo de Criação Grupo Cena 11

​Rehearsal Manager: Malú Rabelo

​Technical team: Cristiano Prim, Claudir Santos, Clovis Fetter

Gravado para o programa STV na dança em agosto de 2001, no Teatro Nelson Rodrigues - Rio de Janeiro - RJ.
Fer.n04.d02.f16.jpg
FLN.4.f.13.jpg
Pri.n02.d01.f12.jpg
Fer.n04.d02.f17.jpg
FLN.1.f.20.jpg
Pri.n02.d01.f11.jpg
Fer.n04.d02.f23.jpg
FLN.2.f.12.jpg
Pri.n03.d02.f4A.jpg
Pri.n08.d01.f30.jpg